terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

“Nós somos o que lemos?


“Nós somos o que lemos? A esta pergunta é preciso responder de forma positiva: sim, somos o que lemos. Mas somos igualmente o que não lemos.”

Você concorda com esta afirmação? O que costuma ler? De que forma esta leitura influencia em que você é?  Responda estas questões em um texto de 10 a 15 linhas. Não se esqueça de colocar um título.


33 comentários:

  1. Respostas
    1. *IDENTIDADE,EGO,SUPEREGO? Sim, somos bastante do que lemos,mas também do que se esconde em nosso eu, nosso ego. Na maioria das vezes leio livros de romance mas isso não quer dizer que sou uma menina esperando o encanto acontecer. O único livro que leio e acredito que realmente é o que eu deveria seguir com mais seriedade e respeito é a Bíblia Sagrada!!! Porque nela acredito que estão muitas respostas, muito aprendizado não importando classe, posição social ou o tamanho da minha Fé.
      Temos diariamente escolhas quando menina amava revistinhas da turma da mônica, quando adolescente revistas com artistas que estavam em destaque como o KLB, hoje se tornou uma parte engraçada da minha vida e como adulta acabo tendo que expandir.Nem sempre hoje leio só o que gosto ou o que me dá prazer mas sim o que preciso para me ajudar a conhecer um universo novo de palavras e intelecto. Formando assim minha identidade, com traços de uma sonhadora com os pés na realidade.

      Excluir
  2. Afinal, o que lemos?

    Somos o que lemos, mas somos igualmente o que não lemos. De início fiquei em dúvida se concordava ou não a esta afirmação. Pensei bastante e cheguei à conclusão de que sim, também somos aquilo que não lemos.
    Nós humanos não nos conhecemos por completo, não conhecemos as coisas ao nosso redor por completo, e eis que a leitura é uma delas. Temos infinitos assuntos e exemplares para ler. Então por que não o lemos? Porque muitas vezes somos cegos e somente o conhecido nos atrai. Eu poderia ler um livro de astrologia e achar interessante, mas prefiro um romance já que sou acostumada a ele.
    Costumo ler revistas de adolescentes, livros de romance, ficção científica e contos, o material didático, de vez em quando jornal, revistas como Veja e Época, blogs que acho por acaso, algumas bulas de remédio, revista de signo, enfim, o que aparece para eu ler.
    Acredito que a leitura influencia, por exemplo, na minha infância eu lia muitos livrinhos que no final vinha explicando a lição de moral que nele trazia. Fui crescendo com isso e sempre que leio um livro tento trazer para minha vida algo de interessante que ele tenha ensinado como no livro “O Pequeno Príncipe” que ensina “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”. Li no ensino fundamental e fiz um trabalho sobre o livro. Esta frase ficou marcada para mim e é uma das coisas que carrego comigo.
    A leitura nos faz conhecer mundos diferentes, mas mais do que isso, ela faz com que nós nos conhecemos melhor.

    Camyla da Silva Oliveira – 3º período de Jornalismo
    Faculdade Estácio de Sá de Juiz de Fora

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Somos o que escolhemos

    A leitura, desde o momento que aprendemos a ler, pode ter um papel menor ou maior em nossas vidas. Tudo gira em torno dos exemplos em que nos baseamos.
    Se a criança lê em uma história explicando que as pessoas devem praticar o bem, mas dentro de casa ela convive com o contrário, a tendência é que ela siga o que é vivido no seu cotidiano. E não é apenas durante a infância que incluímos em nossa vida, exemplos de pessoas que admiramos ou desejamos ser.
    Gosto de ler romances de todos os assuntos, aventura, ficção e, todos esses temas, influenciam sim, meu modo de pensar e agir. Talvez, se eu lesse romances policiais, poesias, contos e crônicas, meu modo de agir e, principalmente, meu modo de escrever, seriam completamente diferentes.
    Acredito sim, que somos e refletimos o que lemos, logo, tudo o que deixamos de ler, deixa de participar de nossa vida ou nos é mostrado com a experiência vivida.
    Selecionar tanto a leitura quanto o que desejamos ser é escolher quais dos conhecimentos que são oferecidos pelo mundo, nós desejamos ter.

    Géssica Soares - 3º período de Jornalismo

    ResponderExcluir
  5. Transformados pela leitura

    Não acredito em formação própria de conhecimento sem leitura. Durante toda nossa vida dependemos dela, seja na leitura de um jornal, uma revista até mesmo antes de tomarmos um medicamento procuramos ler sua bula pra nos informarmos mais sobre o mesmo.
    Nosso primeiro envolvimento com um livro é seu titulo se ele for atrativo a partir dai já nos sentimos interessados, depois disso é só questão de tempo para nos envolvermos seja num conto ou romance tudo depende de nosso estado e do que estamos procurando. Sou uma viciada por leitura assumida e acredito que uma pessoa possa ser transformada através do que lê.

    Bianca Gonçalves - 3° período de Jornalismo

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. O Hábito da leitura e a composição de nossa personalidade

    Sim somos o que lemos. A leitura é um dos meios de informação de fácil aprendizagem e uma das mais antigas ( papiros). O primeiro contato com a leitura acontece na infância, quem não se lembra de quando descobriu que sabia ler? Foi um dos momentos marcantes em minha vida. O hábito da leitura influencia a identidade de cada um, gostos, percepções, opiniões. Nos molda e nos difere ao mesma tempo. . A semana da comunicação do ano passado, tinha o tema Sustentabilidade na época desconhecia o assunto, procurei ler e entender melhor sempre coisas novas vão surgindo....Quanto mais distante do meu entendimento maior o gosto por ler e conhecer “novos mundos” que a leitura me conduz.
    Marco Aurelio 3° Período de Jornalismo
    18 de fevereiro de 2013 18:32

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Fonte de conhecimento

    A leitura é a forma pela qual conhecemos as coisas, ela nos ajuda de várias formas, seja como fonte de informação, seja como entretenimento, ela influencia nossa escrita, nosso modo de agir e pensar. Geralmente procuramos ler sobre assuntos que já nos interessavam antes, somos atraídos por um título que parece interessante, uma capa igualmente ou até mais interessante do que o título. Mas ao mesmo tempo em que começamos a ler somente por um simples título ou uma capa bem legal, podemos descobrir dentro deste livro ou revista um mundo completamente diferente, um assunto interessante que podemos trazer para o que vivemos em nosso dia a dia. Ela pode tanto acrescentar uma informação que já conhecíamos como também fazer com que nossa opinião mude sobre determinado assunto. É ai que a leitura influencia nosso modo de agir e pensar. Temos que saber tirar proveito de tudo o que a leitura pode nos proporcionar, absorver bem uma informação que pode nos ajudar, e muito em qualquer situação.

    Maraísa Tavares - 3º Período de Jornalismo

    ResponderExcluir
  10. Ser ou não ser ?

    Somos muito o que lemos,mas também um pouco do que não lemos.A Leitura é necessária a todos os níveis.Por exemplo:Se lemos, temos conhecimento e argumentos quanto a algum assunto ou fato.Quando não o lemos, ou não temos contato, ficamos a merce de especulações e erroneamente, damos uma visão superficial de uma assunto, que muitas vezes nem sabemos o essencial.O que temos que fazer, é saber dosar os interesses e questionamentos, pois ao lermos ou deixamos alguma informação por preferencia acabamos perdendo experiencias ou a oportunidade de aprender mais ou de expandir nossos conhecimentos de maneira ampla.
    Minha preferencia literária é pelo romance , mas gosto de aventura,ficção ,infanto juvenil etc.Essas leituras influenciam em minhas ações, mas não determinam meu caráter.
    Enfim, ler é um portal mágico que deixa você experimentar diferentes nações,costumes,personagens e países, e depois disso tudo tirar a melhor de cada pra você ser ainda melhor e informado!

    Bárbara Feliciano 3º Periodo Jornalismo
    Estácio de Sá -Juiz de Fora /MG

    ResponderExcluir
  11. Ler o que?

    Diariamente somos bombardeados por todos os lados com notícias e novidades do mundo todo, porém nós não lemos tudo, escolhemos somente coisas do nosso interesse. Com isso temos a capacidade de formar opinião sobre o assunto escolhido, por isso somos o que lemos, por que ao ler,adquirimos sabedoria sobre determinado assunto. Por isso não podemos ser o que não lemos, não podemos ter uma opinião sobre algo que não sabemos.
    No meu cotidiano leio libros sobre literatura e revistas com um bom conceito, que tratam de assuntos sérios, principalmente sobre sociedade e educação.
    O que leio me influência muito, porque isso constroi uma opinião em mim e conhecimento ao longo da minha formação.

    Tatiane Cardoso - 3º período
    Comunicação - Jornalismo
    Estácio de Sá Juiz de Fora

    ResponderExcluir
  12. “Como dizia Raul”

    O efeito positivo que o hábito de leitura traz ao homem é declarado por todo estudioso e / ou pesquisador que s e prese. Obter a constância de ler um livro, um jornal ou até um site, vem do exercício cotidiano.
    Tendo como base a afirmativa “Nós somos o que lemos”, devo concordar e descordar. Concordar, pois através da leitura é possível crescer como pessoa e como cidadão. Além de dar visibilidade ao mundo que o cerca. Portanto, através da leitura nós emolduramos o “Eu”, o “para aonde eu vou”, “o que eu sou?”. Mas devo descordar, pois cada homem independente de ter desenvolvido este hábito, ou não, possui a tendência de “ter a minha velha opinião formada sobre tudo” como dizia Raul Seixas.
    Costumo a ler livros da área de Jornalismo, romances policiais, jornais como: Folha de São Paulo, Estado de Minas e Estadão. Revistas como Carta Capital e National Geographic e sites sobre jogos, notícias e comunidades online.

    Lucas Portilho - Terceiro período.
    Comunicação Social - Jornalismo
    Estácio de Sá Juiz de Fora

    ResponderExcluir
  13. O mundo e a leitura

    Sim nós somos o que lemos! Tudo o que lemos é absorvido como um novo aprendizado, assim quanto mais lemos sobre diversos assuntos podemos conversar e questionar. A leitura é o alimento do cérebro, com ela podemos viajar e aprender ao mesmo tempo. Como amante da leitura costumo ler diversos tipos de livros e revistas, porém os preferidos são livros de fantasia, contos de fadas como As crônicas de Nárnia, A guerra dos tronos, mas também sou apaixonada por livros de suspense, romance, baseados em fatos reais e sobre história.
    Sou parte do que leio, pois quase sempre estou falando sobre filmes e seriados, que são baseados em livros ou história em quadrinhos. Acontecimentos históricos e ou mitologia que é um assunto que me fascina.
    Quanto mais eu leio meu leque de opções vai se abrindo seja para uma conversa casual ou até mesmo para debater e defender o meu ponto de vista. Ler nunca é perda de tempo.

    Odirene Queiroz 4º período.
    Comunicação Social - Jornalismo
    Estácio de Sá Juiz de Fora

    ResponderExcluir
  14. Leitura x Caráter


    Eu acredito que a leitura influencia seus pensamentos, seu conhecimento de mundo, suas opiniões. Mas não molda o seu caráter, por isso eu concordo com a afirmação em partes. Acho que a leitura pode influenciar em nosso modo de agir, mas não moldar nosso caráter e nosso coração. Isso eu acho que não, não é só o que lemos. E o que ouvimos e o que vemos.No meu dia dia eu tenho o costume de ler jornais como O Globo e Tibuna de Minas,mais o que eu mais gosto de ler são as revista de entreterimento como Minha Novela e Tititi,mais claro toda semana leio Epoca e Veja e claro Leio a bíblia basicamente, ela me ajuda a viver melhor segundo o que acredito.

    Davi Vidal De Carvalho-Terceiro Período
    Jornalismo-Noite

    ResponderExcluir
  15. Sim, com toda certeza somos aquilo que lemos. Mas também aquilo que não lemos. Acredito até que somos o que nunca chegamos a ler, mas sonhamos ter lido. Ao meu ver, a leitura reflete no modo como o indivíduo se posiciona diante de determinadas situações. Ninguém sabe escrever se não souber ler. Até porque o escritor começa por ser essencialmente um leitor. A falta de conscientização sobre o hábito da leitura faz com que cada vez mais crianças, adolescentes e jovens tenham sérios problemas na organização do pensamento e na escrita. Penso que o ato de ler, de conhecer, de compreender, nos ajuda a viver com mais plenitude. Acredito que formar "ratos" de bibliotecas, faz parte do processo de crescimento de um país. Mas defendo que o primeiro passo para formar leitores é oferecendo livros e materias que estejam próximos da realidade do leitor, levantando questões significativas na sua vida.

    Stênio Henrique de Freitas
    Comunicação Social - Jornalismo 2º Período
    Faculdade Estácio de Sá de Juiz de Fora

    ResponderExcluir
  16. Você é o que lê?
    Não somos apenas o que lemos, somos o modo que lemos.
    O modo que lemos remete a uma conciência de si e do mundo. Somos o que ouvimos, o que lemos, o que vimos. Somos o que nos toca. O que assusta, preenche e interessa de alguma forma.
    Eu gosto de ler o que me interessa, o que tenho curiosidade. Gosto de esportes, música principalmente, então tudo o que leio de certa forma me ajuda o obter informação do que me preenche.

    Mônica Taísse Silvério, Jornalismo 3º Período

    ResponderExcluir
  17. Sim eu sou o que eu leio...

    A leitura influencia as pessoas, ajuda a criar um ama mente crítica e opnativa. Eu tenho tentado arrumar tempo para praticar mais a leitura, tenho lido com mais frequencia são jornais digitais, costumo muito ler as pagimas policiais e tem me influenciado muito na área que eu pretendo atuar como futuro jornalista. A leitura abre horizontes, eu sei disso, e por isso que venho tentando melhorar quantitativamente e qualitativamente o que eu leio.

    DANIEL XAVIER ALVES
    3° PERÍODO DE JORNALISMO
    FACULDADE ESTACIO DE SÁ

    ResponderExcluir
  18. SIM nós somos o que lemos,porque o tempo inteiro indiretamente ou diretamende estamos envolvido com algum tipo de leitura seja ela de um livro ou ate mesmo de um leitura mais simples.


    Thaís Aparecida de Ávila
    3º período de jornalismo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qualquer que seja a leitura que voçe faz ela ira de alguma forma de trazer conhecimento alem disso ampliar cada vez mais seu pensamento referente ao assunto que voçe leu.

      Excluir
  19. Somos o que queremos ser

    Concordo em partes.
    Claro que a leitura nos ajuda a criar uma bagagem de conhecimentos que nenhum outro meio disponibiliza.
    Óbvio que nos agrega informações e serve também para o nosso entretenimento. Nos faz conhecer mundos antes desconhecidos ou simplesmente, viajar em uma emocionante história.
    Porém, sempre iremos ter uma determinada opinião sobre as coisas, que estará acima do que talvez venhamos a ler.
    Nós somos o que queremos ser! Somos o conjunto do que lemos, vivemos, vemos e queremos ser. Temos que saber avaliar criticamente o que lemos para podermos saber o que realmente deve ser dado a devida importância.
    Com os infinitos campos da leitura, passaram a existir muitas coisas boas. Porém, encontramos muitas coisas ruins também. Devido a isso, temos que avaliar rigorosamente o que lemos.
    Todos os dias leio notícias locais, regionais, nacionais e mundiais. Gosto bastante de ler livros, contos, poemas.
    Tudo que leio tem um peso sobre minha vida, é claro. Porém, nem sempre mudarei minha opinião sobre determinada coisa, somente porque li algo diferente do que penso.
    Leio, analiso e concluo se aquilo pode “se tornar o que sou”.

    TATILA COSTA NASCIMENTO
    COMUNICAÇÃO SOCIAL- JORNALISMO_3° PERÍODO
    FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ

    ResponderExcluir
  20. Leitura, a base do conhecimento
    Concordo principalmente que somos o que não lemos. Quem não tem o hábito da leitura, geralmente não tem muito argumento para discutir determinados assuntos se perde em seus pensamentos. A leitura precisa ser estimulada ainda na alfabetização em parceria com os pais. Apresentar todos os possíveis gêneros para que ainda pequenos as crianças se identifiquem e crie sua identidade.
    Geralmente gosto de ler ficções, suspenses, a apenas um autor consegue minha atenção quando o assunto é romance Nicholas Sparks. Além é claro de ser extremante uma admiradora do jornal impresso.
    E respondendo a outra pergunta obviamente eu acredito que somos sim o que lemos, porque a partir do conhecimento adquirido através da leitura temos uma ampla capacidade de debater vários assuntos e saber pontos de vista diferenciados de escolher quais as melhores respostas para determinadas perguntas. Acredito que a leitura possa transformar vidas e fazer com que o ser humano se torne uma pessoa melhor.

    Lidianne Pereira Luz
    Comunicação Social - Jornalismo 3º período
    Faculdade Estácio de Sá

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. A leitura é inigualável

    A leitura nos trás muitos conhecimentos, sendo assim transformando a nossa formação intelectual. A falta dela em nossas vidas pode acarretar vários malefícios assim como dificuldade ao ler, na escrita e em interpretações de texto.
    Com a chegada da Revolução Industrial, a tecnologia evolui. A nossa sociedade começa a se adaptar com os modernos computadores, deixando os livros de lado. Gosto de ler livros de suspenses, moda, beleza. Ler influência bastante na minha vida, como obter conhecimentos, melhorar na língua escrita e oral. Aprendo diversas coisas na leitura e ela me forma um ser humano mais intelectual.
    Os estudos tem uma capacidade incrível de nos levar ao máximo de ideais, criações, invenções e isso tudo por causa dessa diferente ‘’filosofia’’ do saber. A leitura desenvolve o raciocínio de uma forma inigualável e se não nos habituarmos com ela, não saberemos mais ler e nem escrever.


    Cássia Jéssica Galhardo Felipe
    Comunicação Social-Jornalismo(3º período)- Faculdade Estácio de Sá


    ResponderExcluir
  24. A literatura também deve ser FILTRADA

    Lemos porque gostamos, porque amplia a nossa visão, porque expande nosso vocabulário, dinamiza o raciocínio, a interpretação, e por “n” motivos, porém, muitas coisas que lemos, tiramos o exemplo do que deve ou não ser colocado em prática. A leitura permite com que descubramos um mundo novo, repleto de novidades. Com certeza já ouvimos aquela frase “Quem lê muito, escreve bem, ou fala bem”, dúvidas que podem ser sanadas pelo simples ato de ler e ficar mecanizado em nossa mente.

    O filtrar na leitura também é muito importante. Que a literatura influência diretamente em nossas vidas eu não tenho dúvida. Posso citar um exemplo de um cristão, que faz da bíblia a sua espada. Ele se transforma pelos princípios que estão inseridos no livro sagrado. Às vezes leva um tipo de vida totalmente contrário àqueles preceitos, mas ao lê-los, passou a mudar seus hábitos, posturas diante de alguns fatos, seu vocabulário e daí por diante.

    FILTRANDO, creio que somos o que lemos!!!

    Fernando Lélis E.P. Júnior
    3° período de Jornalismo
    Faculdade Estácio de Sá


    ResponderExcluir
  25. Lemos porque gostamos, porque amplia a nossa visão, porque expande nosso vocabulário, dinamiza o raciocínio e a interpretação, e outros, porém, muitas coisas que lemos, tiramos o exemplo do que deve ou não ser colocado em prática.

    A leitura permite com que descubramos um mundo novo, repleto de novidades. Com certeza já ouvimos alguém dizer “Quem lê muito, escreve bem, ou fala bem”. Dúvidas que podem ser sanadas pelo simples ato de ler e ficar mecanizado em nossa mente.

    O filtrar na leitura é muito importante. Que a literatura influência diretamente nossas vidas eu não tenho dúvida. Posso citar um exemplo de um cristão, que faz da bíblia a sua espada. Ele se transforma pelos princípios que estão inseridos no livro. Às vezes leva um tipo de vida totalmente contrário àqueles preceitos, mas ao lê-los, passou a mudar seus hábitos, posturas diante de alguns fatos, seu vocabulário e daí por diante.

    Você é o que lê? O que você lê? Você acredita no que lê? Pratica o que lê? Guarda o que lê? Filtra o que lê? Transmite o que lê?

    Como disse André Maurois: “A leitura de um bom livro é um diálogo incessante: o livro fala e a alma responde”.

    Se você lê um bom livro, coloque em prática e seja o que lê!

    http://www.letrasdemeditacao.blogspot.com.br/2013/02/nos-somos-o-que-lemos.html

    ResponderExcluir
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  27. A leitura influencia sim no que somos. É uma das principais formas de conhecimento, e sabemos que o conhecimento nos leva a ter atitudes e opiniões sobre diversas áreas. Assim podemos notar a importância da leitura. Ela te leva pra outro lugar, quando você lê uma notícia seu pensamento vai até o lugar do acontecido, um livro faz criar em sua mente a cena lida. Se deixarmos de ler, perdemos isso, assim deixamos de ter o conhecimento, não teremos atitudes e as opiniões necessárias. A leitura é um hábito que precisa ser cultivado e regado todos os dias, não importa o formato ou gênero. Mesmo ela tomando um tempo do seu dia, pode ter certeza que ele vai ser retribuído em uma conversa no seu trabalho, em uma prova da faculdade, uma entrevista de emprego ou qualquer ocasião.

    Em termo de jornais leio mais o “O GLOBO” e o “Tribuna de Minas” já referente à literatura gosto muito dos livros do Dan Brown e George R. R. Martin.

    Yuri Valverde
    Jornalismo 2º período

    ResponderExcluir
  28. A influência da Leitura

    Vivemos em mundo globalizado onde há uma ampla divulgação de informações. Ainda neste contexto pode-se perceber que, embora seja possível o acesso a diferentes fontes de informação e leitura, a sociedade ainda não consegue absorver todas essas informações ou, até mesmo, não dedica-se a leitura, uma vez que a era digital permite o contato com inúmeras obras literárias.

    Posso dizer que enquadro-me nesse grupo da sociedade que ainda não despertou-se para a possibilidade da descoberta da leitura no âmbito digital, mas aos poucos tenho desvendado o mundo da leitura, onde venho descobrindo através de uma das obras de Augusto Cury como é fantástico o mundo da leitura, a possibilidade de descobrir-se como pessoa ( igual mas, ao mesmo tempo diferente de quem está ao meu redor) e abrir os olhos para o mundo de uma forma diferente.

    Creio, sim, que a leitura é uma forte influenciadora na vida e personalidade do indivíduo, por outro lado, também, com a sua falta o mesmo torna-se mesmo conhecedor de seu espaço e de suas responsabilidades na sociedade; perde a oportunidade de discutir, questionar, ouvir, interagir com as mais variadas formas de pensar, viver e entender o mundo ao nosso redor.

    Espero poder a cada dia dedicar-me mais a leitura, uma vez que refletirá na minha vida profissional e pessoal.




    MARCOS VINÍCIUS DE SOUZA
    Estudante de Jornalismo 2° Período
    Faculdade Estácio de Sá
    Professora Tâmara Lis


    ResponderExcluir
  29. “Eu sou o que escolho ser”

    A principio me senti ‘coagida’ a concordar com essa afirmação, mas ao refletir o assunto chego a conclusão que sim. Concordo com o colega Fernando Júnior quando exemplifica a leitura com um cristão que acolhe a bíblia como a mensagem de Deus, até porque sou evangélica! Confesso que, em geral, não leio muito livros, mas leio (bem menos do que gostaria, mas leio), pois sou muito ‘visual’, pegar um livro e me dedicar horas ou até dias lendo-o não combina comigo. Mas, confesso também que ler amplia nosso conhecimento e nossa visão de mundo. O hábito da leitura nos torna sábio, culto e vulnerável. Costumo dizer que, ler ‘abre os caminhos’ nos tornamos influenciáveis pelo que lemos e temos a tendência de mudar práticas, costumes e até verdades que, antes defendíamos, passam a ser questionadas. Desta forma, não há dúvidas de que somos o que escolhemos ser e que a leitura contribui muito para nossa constante formação como pessoas melhores (ou não).

    Lucilene Tavares Agostinho Miranda
    Estudante de jornalismo, 4º período
    Faculdade Estácio de Sá
    Professora Tâmara Lis

    ResponderExcluir
  30. Sim somos o que lemos. A leitura é um dos meios de informação de fácil aprendizagem e uma das mais antigas ( papiros). O primeiro contato com a leitura acontece na infância, quem não se lembra de quando descobriu que sabia ler? Foi um dos momentos marcantes em minha vida. O hábito da leitura influencia a identidade de cada um, gostos, percepções, opiniões. Nos molda e nos difere ao mesma tempo. . A semana da comunicação do ano passado, tinha o tema Sustentabilidade na época desconhecia o assunto, procurei ler e entender melhor sempre coisas novas vão surgindo....Quanto mais distante do meu entendimento maior o gosto por ler e conhecer “novos mundos” que a leitura me conduz. E medida que estes mundos se apresentam eu vou descartando ou agregando informações. Tenho o costume de procurar informaçoes que nunca me chamaram a atenção e ali encontro um caminho. Se me atrai posso ir aprofundando, relacionando a informação e a internet ajuda neste sentido, porém ler impresso em papel ao meu ver é indispensável.


    Marco Aurelio 3° Período de Jornalismo

    ResponderExcluir
  31. Influencia Digital na Leitura Atual

    Eu acredito que tudo que se lê influencia, seja de forma negativa ou positiva. Um exemplo clássico dos dias atuais são as mídias de sócias como, por exemplo, o Facebook que ao divulgar alguma informação por parte de páginas curtidas ou compartilhamentos dos usuários acaba criando polêmicas de todos os tipos, umas mais importantes para uma sociedade outras nem tanto. Eu acredito sim que somos o que lemos e sei que o que não lemos não esta diretamente em nossos interesses, mesmo que alguém comente sobre um assunto que você não sabe você vai procurar em suas fontes de leitura a veracidade do assunto, mas somente se o interessar se não, você simplesmente o esquece. Costumo ler revistas de tecnologia e comportamento e às vezes leio jornais locais, entendo que os temas dessas revistas e jornais implicam nas minhas atitudes, pois tenho argumentos para comentar os assuntos que me interessam.

    Carlos César A. Paula 3º Período Jornalismo
    Faculdade Estácio de Sá.

    ResponderExcluir